Eleições 2024: Por uma Campinas mais desenvolvida e humanizada

Rafa Zimbaldi, deputado estadual

Segunda maior cidade paulista, com perto de 1,2 milhão de habitantes e orçamento municipal de R$ 9 bilhões, Campinas, hoje envolta a um sem-número de mazelas, tem potencial para estar em patamar mais elevado e à altura do que a sua população espera e merece: uma cidade mais desenvolvida e humanizada.

Estamos falando de qualidade de vida, de serviços de saúde públicos, de transporte, de assistência social, de educação, de habitação, de emprego e renda, da economia, da segurança pública e de gestão de governo. E, principalmente, estamos falando da necessidade de cuidar dos campineiros!

Leia também no Linkedin
Acompanhe o meu trabalho pelo meu Canal de Notícias no Whatsapp.

Fui eleito vereador de nossa cidade, pela primeira vez, aos 22 anos. Hoje, aos 43, me orgulho de minha trajetória na vida pública e que também me preparou para, agora, disputar uma das eleições mais importantes de Campinas – a que vai eleger o prefeito que vai comandar o município de 2025 a 2028.

Todos os cargos pelos quais passei foram importantes para entender melhor os anseios da população e o que deve e precisa melhorar em Campinas – cidade que não tem tempo, nem espaço para aventureiros.

Cumpri quatro mandatos na Câmara Municipal, inclusive sendo eleito presidente da Casa de Leis em duas ocasiões, e, atualmente, exerço meu segundo mandato na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). São duas décadas de trabalho e de entrega à seara pública.

Nesse contexto, e por conhecer as necessidades prementes do nosso povo, até porque vivo em Campinas, tenho propostas concretas para segmentos vitais. O intuito, sempre, é oferecer agilidade, eficácia e qualidade na ponta, ao cidadão.

Na área da Saúde, por exemplo, entre as ações urgentes estão botar fim aos contratos, no mínimo duvidosos, da Prefeitura com Organizações Sociais (OSs), incluindo a Vitale (envolvida no escândalo do Hospital Ouro Verde); fortalecer e valorizar o servidor público; e integrar as instituições campineiras que são referência no mundo e no Brasil, como a Universidade de Campinas (Unicamp), a Pontifícia Universidade Católica (PUC), o Centro Infantil Boldrini, o Hospital Sobrapar e a Maternidade Campinas.

Todas são de excelência e podem elevar a qualidade dos serviços oferecidos à nossa população. Para se ter ideia, o Hospital Público Estadual de Sumaré, gerido pela Unicamp, foi considerado o melhor hospital público do Brasil.

Outra proposta que estará em nosso plano de governo é o Poupatempo da Saúde. Por meio desta estrutura, teremos mais de 30 especialidades e mais de 150 médicos atendendo a população, diariamente. Serão mais de 50 consultórios e o oferecimento de diversos tipos de exames – e tudo de graça. Com isso, poderemos zerar as filas de consultas, de exames e de cirurgias, que tanto castigam os campineiros no momento em que mais precisam – na fragilidade da doença, na urgência e na emergência.

Faremos mais: vamos buscar, se necessário, firmar parceria com instituições privadas, como o Hospital Unimed Campinas (HUC), o Hospital e Maternidade Vera Cruz, o Centro Médico Campinas e o Hospital e Maternidade São Luiz.

Na área da Segurança Pública, meu primeiro ato será a realização de concurso público para a Guarda Civil Municipal (GCM).

Assim, poderemos elevar nosso efetivo para 2,4 mil agentes – algo indiscutivelmente possível e dentro da previsão orçamentária.

E mais: vamos estruturar e modernizar a Guarda e prepará-la para ser amiga da população, prestando atendimento humanizado e com respeito ao cidadão, mas, também, com valorização à função e oferecendo ao efetivo condições técnicas, táticas e estruturais de combate à criminalidade.

A nossa GCM, assim como outras secretarias municipais, como as da Saúde e da Assistência Social, será parte fundamental do programa “Nova Vida”, que iremos implantar em Campinas e será voltado às pessoas que vivem em situação de rua. Muitas delas, por vezes, relegadas à própria sorte, por omissão, em grande parte, da atual gestão. Esta, vale acrescentar, é uma questão humanitária, mas, também, de segurança pública, e terá toda a atenção.

Para a Educação, vou implantar o programa “Creche Todo Dia”, para oferecer mais vagas e ampliar o horário de funcionamento das unidades, inclusive aos fins de semana, para que pais e mães possam trabalhar e garantir o sustento com tranquilidade, na certeza de que seus filhos estarão bem cuidados, bem alimentados e seguros.

Também teremos a “Escola do Futuro”, elaborado com o intuito de oferecer aos nossos alunos do ensino fundamental um programa educacional com tecnologia e inovação – aspectos essenciais nos tempos atuais – garantindo, assim, uma formação que vai abrir mais portas aos nossos jovens.

Sobre o transporte público, vamos reduzir a tarifa em Campinas. E, ainda, renovar a frota, para os usuários terem ônibus de qualidade, com ar-condicionado e Wi-Fi, para se deslocarem.

Ainda nesta seara, iniciativa particularmente importante entre as minhas propostas para Campinas é a implantação do “Domingão na Faixa”, que permite tarifa zero na cidade todos os domingos. Melhorar a mobilidade por meio do transporte público é questão urgente, aliás, porque o município amarga cifras de quase R$ 1 bilhão com as obras do Bus Rapid Transit (BRT) – atrasadas desde 2019.

A população campineira paga, hoje, a passagem mais cara do Brasil e usa ônibus precários. Não é justo! Aliás, diante de uma cidade com potencial econômico, como é o caso de Campinas, chegamos, até mesmo, a ser contradição! Isso sem contar os problemas para se realizar uma licitação, ou os indícios de corrupção e de envolvimento do crime organizado no setor. Por tudo isso, teremos novas concorrências. É compromisso!

Outra área fundamental é o funcionalismo público de Campinas. Os servidores que trabalham nas mais diversas áreas e que fazem a estrutura municipal funcionar precisam e merecem ser respeitados. A valorização deve ser financeira, mas, também, estruturante. O local de trabalho deve ter condições dignas. Afinal, precisamos cuidar de quem cuida da nossa população.

Campinas tem quase 1,2 milhão de habitantes e é a segunda maior cidade bandeirante, com orçamento atual de mais de R$ 9 bilhões. É o perfil de uma metrópole pujante pronta para alavancar o seu desenvolvimento social e econômico, mas é preciso mais do que temos hoje para que haja uma verdadeira mudança na forma como vem sendo administrada. Por tudo isso, quero ser prefeito!

Minha missão é trabalhar por todos os bairros da nossa cidade. Fiz isso a vida inteira. E vou continuar fazendo. Todos os dias. Porque Campinas pode e merece muito, muito mais.


Rafa Zimbaldi (Cidadania) é deputado estadual pelo segundo mandato. Pré-candidato a prefeito de Campinas nas eleições de 2024. Foi vereador por quatro mandatos em Campinas e presidente da Câmara Municipal por duas vezes. É coordenador da Frente Parlamentar de Combate e Enfrentamento às Drogas. Também é membro efetivo da CPI da Epidemia do Crack e da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). graduado em Relações Internacionais. 

campinas desenvolvida, campinas humanizada, rafa zimbaldi artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *