Melhorias na saúde, infraestrutura e segurança lideram demandas da população

Investimentos e melhorias na saúde, infraestrutura e segurança são as principais demandas da população coletadas pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo nas dez primeiras audiências públicas do Orçamento estadual para 2022, iniciadas em 13 de agosto e que vão até 14 de outubro. Ao todo, 10 das 27 reuniões previstas já foram realizadas. “Este é um dado real e vejo isso no meu dia-a-dia nas reuniões com prefeitos, vereadores e moradores de Campinas e região metropolitana”, afirma o deputado Rafa Zimbaldi.

A população de várias cidades participou das audiências públicas e entre os dias 10 de setembro e 14 de outubro é a vez da população dos municípios de Campinas, Bauru, Santos, Mogi das Cruzes, Tatuí, Registro, Sorocaba, Euclides da Cunha, Itapecerica da Serra, Araraquara, Franca, Jundiaí, Barretos, São José do Rio Preto, Ourinhos, Presidente Prudente e São Paulo.

Como participar

Após o fim do ciclo de audiências, as demandas serão coletadas pela Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento, e poderão se tornar emendas parlamentares que, se aprovadas pelo Plenário, serão anexadas à Lei Orçamentária Anual do Estado para 2022.

O projeto de lei deve ser enviado ao Legislativo pelo Executivo no prazo máximo de 30 de setembro e, assim que aprovado, será encaminhado para sanção ou veto do governador João Doria.

Neste ano, por conta da pandemia da Covid-19, as audiências são realizadas de maneira híbrida, com encontros presenciais nos municípios, respeitando as regras sanitárias locais, e participação por plataforma virtual. Os interessados em participar das audiências podem se inscrever pelo portal da Assembleia (www.al.sp.gov.br), no ícone “Audiências Públicas do Orçamento”. As sugestões ao Orçamento também podem ser enviadas pelo site ou no Whatsapp (11) 9 3404 9001.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *